Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


sas:explorando_sistemas_de_logs

Sistemas de logs

Esta atividade visa dar uma visão mais profunda dos sistemas de coleta de eventos (logs) de dois sistemas UNIX e Windows típicos: o Linux Ubuntu e o Windows XP.

Logs em Linux

A coleta e gerência de logs em sistemas UNIX está a cargo de um subsistema específico, composto pelo Syslog Daemon, bibliotecas para geração de logs e alguns utilitários. Quase todas as versões recentes de distribuições Linux usam o RSyslog (Reliable Syslog), uma versão estendida e compatível do syslog tradicional.

Explorando logs

Os principais arquivos de logs do Linux estão armazenados no diretório /var/log/.

  1. Identifique cada um dos arquivos presentes no diretório /var/log/.
  2. Quais desses arquivos são gerados pelo RSyslog e quais são gerados por outros subsistemas?1)
  3. Explique a estrutura de uma linha típica do arquivo /var/log/syslog.
  4. O que representam os arquivos com nome *.1.gz, *.2.gz, etc.? (dica: man logrotate)

Configurando o subsistema de logs

Em uma máquina virtual, configure o subsistema de logs do Linux para atender os seguintes requisitos:

  1. Eventos do subsistema de e-mail devem ir para o arquivo /var/log/mail.log.
  2. Eventos de prioridade emerg ou superior devem ser registrados no arquivo /var/log/emergency.log, divulgados nos terminais de todos os usuários conectados e enviados a um servidor de logs externo (logserver) usando UDP.
  3. Eventos de prioridade crit ou superior devem ser registrados no arquivo /var/log/critical.log, divulgados nos terminais do administrador e postados no Twitter (dica: escreva um script para executar o comando tweet do pacote python-twitter).

Para testar suas configurações, use o comando logger, que permite gerar mensagens de log a partir da linha de comando ou de scripts.

Logs em Windows

Sistemas Windows registram seus eventos de forma conceitualmente similar aos sistemas UNIX, embora suas implementações sejam muito diferentes. A ferramenta Event Viewer, disponível no painel de controle (em Ferramentas Administrativas), permite a visualização de logs.

As seguintes URLs contêm algumas informações adicionais sobre logs em sistemas Windows:

Explorando logs

Usando a ferramenta Event Viewer:

  1. identifique os grandes domínios de logs gerados no sistema.
  2. analise o conteúdo/significado de uma entrada típica em cada uma dessas áreas.
  3. identifique os níveis de prioridade e categorias dos eventos gerados.

Gerando logs

  1. Use o utilitário de linha de comando eventcreate para criar entradas de log fictícias, uma em cada domínio identificado acima, com prioridades e categorias diversas.
1)
Informação adicional pode ser obtida nos arquivos de configuração do RSyslog, em /etc/rsyslog.*.
sas/explorando_sistemas_de_logs.txt · Última modificação: 2013/04/10 17:23 por maziero