As atividades devem ser realizadas em uma máquina virtual VM1, configurada para operar com a interface de rede eth0 em modo bridge. Os serviços configurados devem ser testados através do software “smbclient” no Linux ou usando o File Manager de um PC do laboratório com Windows.

  1. Instalar e e efetuar a configuração básica de um servidor de arquivos Samba em sua máquina virtual.
  2. Configurar um diretório compartilhado público em seu servidor Samba, usando autenticação share:
    1. Crie um usuario chamado “comum” no UNIX com seu diretório $HOME em /home/comum e defina sua senha;
    2. Defina uma entrada para esse mesmo usuário no sistema Samba, usando o utilitário smbpasswd;
    3. Configure o modo de segurança do servidor Samba para “security = share”;
    4. Defina a área compartilhada (share) “[comum]” apontando para o diretório “/home/comum”; essa área deve ser pública, acessível a todos os clientes Windows em leitura e escrita;
    5. Teste sua configuração com o utilitário testparm;
    6. Ative sua configuração com service smb restart;
    7. Teste o acesso usando um PC do laboratório com Windows.
  3. Configure o servidor de arquivos para operar com uma área para cada usuário e uma área comum. Teste com os usuários bilbo, frodo e sam, usando o PC local Windows. Não esqueça de criar as contas desses três usuários no UNIX e no Samba.

Obs.: os pacotes necessários para instalar o serviço Samba em um sistema Linux Ubuntu são: samba, samba-common, samba-common-bin e swat.