Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


espec:atividades_em_servico_de_e-mail

Atividades

Esta prática consiste em instalar, configurar e utilizar um servidor de e-mail para um domínio hipotético virtual.puc. O servidor deverá suportar os protocolos SMTP, POP e IMAP. As seguintes etapas deverão ser desenvolvidas:

  1. criação de uma máquina virtual VM1 para o servidor DNS
  2. instalação e configuração do servidor DNS em VM1
  3. criação de uma máquina virtual VM2 para o servidor de e-mail
  4. instalação e configuração dos servidores SMTP, POP e IMAP em VM2
  5. criação de usuários locais em VM2 (para enviar/receber e-mails)
  6. configuração do cliente (PC no labredes ou máquina virtual VM3)
  7. testes.

A topologia de rede a ser usada está definida na figura a seguir:

Lembre-se:

  1. As máquinas virtuais devem usar a interface eth0 com endereço na rede 20.0.0.NNN e rota default em 20.0.0.1.
  2. Em caso de problemas:
    • Verificar se o servidor está ativo
    • Analisar os arquivos de log
    • Reiniciar o serviço a cada mudança de configuração

Servidor de nomes

Em uma máquina virtual nova VM1, instalar e configurar um servidor DNS para o domínio virtual.puc (definir zonas direta e reversa). Esse servidor deverá apontar para outra máquina virtual (VM2) como sendo o mail exchanger (MX) desse domínio.

Servidor SMTP

Criar uma nova máquina virtual VM2 para abrigar o servidor de e-mail.

Instalar em VM2 o servidor SMTP Postfix (disponível no diretório /usr/local/linux/f7.32 do servidor espec).

Configurar o servidor Postfix (arquivo /etc/postfix/main.cf):

  • Este servidor de e-mail deve “ouvir” todas as interfaces de rede da máquina local:
#inet_interfaces = localhost
inet_interfaces = all
  • Configurar o nome de host e o domínio deste servidor de e-mail:
myhostname = mailserver.virtual.puc
mydomain   = virtual.puc
  • Este servidor de e-mail responde pelo domínio virtual.puc:
mydestination = $myhostname, localhost.$mydomain, $mydomain
  • E-mails enviados a partir deste servidor saem como user@virtual.puc:
myorigin = $mydomain

Ativar o servidor Postfix:

service postfix start
service postfix status

Servidor POP/IMAP

Instalar em VM2 os servidores IMAP e POP (usar pacote RPM imap). Esses servidores precisam do Internet daemon (xinetd) para funcionar (esse daemon será estudado em detalhes mais tarde).

Habilitar os servidores POP e IMAP (editar os arquivos /etc/xinetd.d/ipop3 e /etc/xinetd.d/imap):

disable = no

Ativar nova configuração do daemon xinetd:

service xinetd restart

Contas de usuários locais

Criar contas em VM2 para os usuários de e-mail tico e teco:

useradd -c "Um neuronio"    tico
useradd -c "Outro neuronio" teco
passwd tico
passwd teco

Cliente de e-mail

Configurar o PC local (Labredes) para usar VM1 como servidor de DNS:

  • criar rota local para a rede 20.0.0.0 usando a espec como gateway
  • indicar o IP de VM1 como servidor DNS

No cliente de e-mail local (Outlook, Thunderbird ou similar) configurar a conta tico para usar POP e a conta teco para usar IMAP. Ambas as contas devem usar VM2 como servidor de e-mail.

Alternativamente, pode-se usar uma nova máquina virtual VM3 como cliente de e-mail; para tal, deve-se instalar nela um cliente de e-mail em modo texto com suporte a POP ou IMAP, como o Pine.

Testar o uso do servidor de e-mail, enviando e-mails de “tico” para “teco” e vice-versa.

Logs

Analisar o arquivo de log do serviço de e-mail de sua máquina virtual (/var/log/maillog) e descrever as principais informações ali encontradas.

espec/atividades_em_servico_de_e-mail.txt · Última modificação: 2011/09/06 15:28 por maziero